Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

  • MAIS BUSCADOS:




LIFESTYLE$type=grid$count=3$show=home

São Paulo Notícias | As Últimas Notícias do Brasil e do Mundo$type=three$count=3$show=home

ECONOMIA$type=three$count=3$show=home

CULTURA-LAZER$type=three$count=3$show=home

$type=three$count=3$show=home

ESPORTES$type=three$count=3$show=home

Doria recua e cancela aumento de ICMS de bares e restaurantes em São Paulo

ECONOMIA IMPOSTO-ICMS

 O ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) do setor vai cair de 3,69% para 3,2%, uma redução de 13%

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (15) a revisão da tributação dos estabelecimentos de alimentação, como bares e restaurantes.

O ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) do setor vai cair de 3,69% para 3,2%, uma redução de 13%. A medida vai beneficiar cerca de 250 mil estabelecimentos desse setor.

Isso representa um recuo em relação ao aumento do ICMS em janeiro deste ano, quando a alíquota para estabelecimentos do setor enquadrados no regime especial de tributação passou de 3,2% para 3,69% da receita bruta.

"É uma renúncia fiscal importante para o governo, de mais de R$ 100 milhões, mas é necessário para a sobrevivência e retomada do setor de bares e restaurantes", afirmou o secretário de Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles.

Também foi anunciado nesta quarta o Programa Retoma São Paulo, no valor de mais de R$ 500 milhões.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Patricia Ellen, ele inclui uma linha de microcrédito de R$ 100 milhões do Banco do Povo, a partir de 1º de outubro, para empresários que ficaram com o nome sujo durante a pandemia, além de R$ 300 milhões para programas nos polos de desenvolvimento econômico no estado.

O pacote também conta com o Bolsa Empreendedor, com o pagamento de R$ 100 milhões para apoiar pequenos empreendedores no setor de alimentação, um valor de R$ 1.000 para cada um dos 100 mil empreendedores que podem se inscrever no programa.

O presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Paulo Solmucci, diz que 50% das empresas do setor no estado estão operando com prejuízo.

"Com o avanço da vacinação, o fim das restrições era o caminho a ser seguido. Agora, chega a ajuda em forma de redução de impostos e acesso a crédito. Os meses de retomada não têm sido fáceis e ainda há muito a ser feito, mas já é possível enxergar luz no fim do túnel", afirma Solmucci.

"Queremos que São Paulo continue sendo reconhecido como um bom lugar para empreender e siga sendo uma referência na boa e diversificada gastronomia."

ALIMENTAÇÃO

Em outubro do ano passado, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o projeto de reforma administrativa e ajuste fiscal do governador João Doria, que extinguiu órgãos públicos e retirou isenções do ICMS.

Em janeiro deste ano, o governo voltou atrás e manteve o benefício para produtos hortifrutigranjeiros, insumos agropecuários, energia elétrica rural e medicamentos genéricos.

A mudança no ICMS para outros setores, no entanto, entrou em vigor em 15 de janeiro.

No caso dos bares e restaurantes, foram duas as mudanças, que variam de acordo com o tipo de enquadramento do estabelecimento. Para empresas que adotam o regime normal de tributação, o ajuste foi de 12% para 13,3% nas operações internas.

Aqueles enquadrados no regime especial de tributação passaram de um imposto estadual de 3,2% para 3,69% da receita bruta.

São Paulo definiu que valores inferiores à alíquota padrão de 18% de ICMS são benefício fiscal e, portanto, estavam sujeitos a reavaliação. O governo afirma ter feito um corte linear de 20% nas reduções e isenções. Ou seja: 80% do benefício ainda foi preservado.

Em abril, também foram reduzidas as alíquotas do leite pasteurizado e das carnes vendidas a estabelecimentos enquadrados no Simples Nacional.

Comentários

Nome

Brasil,24,CPI DA COVID-19,5,CULTURA-LAZER,3,ECONOMIA,39,ELEIÇÕES,5,esportes,24,EXCLUSIVO,15,FAMOSOS,21,JUSTIÇA,30,LIFESTYLE,9,MUNDO,24,política,64,Rede Metrópole FM,2,São Paulo Notícias,40,SAÚDE,15,TECH,3,
ltr
item
São Paulo Notícias Site Oficial | As Últimas Notícias do Brasil e do Mundo: Doria recua e cancela aumento de ICMS de bares e restaurantes em São Paulo
Doria recua e cancela aumento de ICMS de bares e restaurantes em São Paulo
ECONOMIA IMPOSTO-ICMS
https://1.bp.blogspot.com/-H5cdNRGjf8o/YUN69iV1ZeI/AAAAAAAAKq4/cTbGJAbc8tAwF2xIzd67ina9qSLRPLgNACLcBGAsYHQ/w400-h225/naom_5fd8880ec6fcb.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-H5cdNRGjf8o/YUN69iV1ZeI/AAAAAAAAKq4/cTbGJAbc8tAwF2xIzd67ina9qSLRPLgNACLcBGAsYHQ/s72-w400-c-h225/naom_5fd8880ec6fcb.jpg
São Paulo Notícias Site Oficial | As Últimas Notícias do Brasil e do Mundo
https://www.saopaulonoticias.com/2021/09/doria-recua-e-cancela-aumento-de-icms.html
https://www.saopaulonoticias.com/
https://www.saopaulonoticias.com/
https://www.saopaulonoticias.com/2021/09/doria-recua-e-cancela-aumento-de-icms.html
true
262485415883466682
UTF-8
Carregar todas as matérias Nenhum resultado encontrado. Ver mais Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Matérias Ver todas Veja também Tópico Arquivo Buscar Todas as matérias Nenhum resultado encontrado para sua busca Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo Há 1 minuto Há $$1$$ minutos Há 1 hora Há $$1$$ horas Ontem Há $$1$$ dias Há $$1$$ semanas Há mais de 5 semanas Seguidores Siga ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar